Sintra vai ter um novo hospital

 

A Câmara Municipal de Sintra assinou, esta segunda-feira, um acordo de colaboração com os ministérios das Finanças e da Saúde, que assegura o financiamento para a construção do Hospital de Proximidade de Sintra.

“Hoje é um dia feliz! A concretização de um sonho vivido e partilhado durante muitos anos é hoje uma realidade”, referiu o presidente da Câmara Municipal de Sintra, na cerimónia realizada na Urbanização Cavaleira, na Freguesia de Algueirão-Mem Martins, onde será construído o hospital de Sintra.

 Para Basílio Horta “não era possível continuar a viver assim (…) e foi necessário garantir os meios financeiros”, salientando ainda a natureza desta situação: “É a primeira vez no país que uma câmara municipal entrega ao Estado, ao Ministério da Saúde, um hospital feito chave na mão", contudo "o Governo não só o equipa, com mais de 21 milhões de euros, como o mantém, [com] mais 25 milhões", concluiu.

De acordo com o protocolo, o Hospital Fernando da Fonseca assegurará a gestão e funcionamento no novo hospital, que funcionará com serviços de urgência básica, consultas externas diferenciadas, unidade de cirurgia ambulatória e meios complementares de diagnóstico e terapêutica e "em estreita articulação" com o Hospital Fernando Fonseca.

Estão ainda previstas "duas unidades de convalescença com um total de 60 camas" e o funcionamento do serviço de consulta externa todos os dias úteis e da urgência 24 horas por dia.

“Este é um investimento que ficará repartido quase meio por meio, a câmara avança de imediato com a parte do edificado, nós colaboraremos nos projetos, nas especificações técnicas, depois equiparemos o hospital, dotaremos o hospital de recursos humanos, e toda a região de Lisboa e Vale do Tejo vai beneficiar", reconheceu o ministro da Saúde, Adalberto Campos Fernandes.

A nova unidade hospitalar aumentará a oferta de cuidados de saúde a cerca de 400 mil habitantes da região de Sintra. "Acredito que a construção deste hospital melhorará a prestação de cuidados de saúde aos habitantes do concelho de Sintra", disse, o ministro das Finanças, Mário Centeno, sublinhando a política de equilíbrio das finanças públicas seguida pelo governo e a aposta em "projetos que racionalizem a oferta dos cuidados de saúde".

A autarquia investe 29,617 milhões de euros na “conceção e construção do Hospital de Proximidade de Sintra” e o Estado assume 21,660 milhões com “aquisição e instalação do equipamento”. O protocolo indica “janeiro de 2021” como data de conclusão da construção da nova unidade hospitalar.